banner

Eventos

Therma V Alta Temperatura

LG apresenta a nova Bomba de Calor Therma V Alta Temperatura

Numa palestra assinalada pelas notas introdutórias do Presidente da LG Youngnam Roh num discurso revisitório ao sucesso do anterior evento da LG com o lançamento do ArtCool Stylist, foi igualmente revelado a estratégia de crescimento da LG na gama de soluções para o Aquecimento de Águas Sanitárias. Hugo Delgado, Director de Vendas de Ar Condicionado conduziu igualmente a audiência numa visão holística de crescimento das bombas de calor no actual cenário de crise energética que a Europa atravessa no sector do gás ,reposicionando o produto THERMA V em virtude dos aumentos exacerbadas sentidos no preço do gás e uma revisão ao actual quadro europeu de incentivos governamentais e as expectactivas para o mercado Português. 

Dotado de um ciclo frigorífico em cascata a operar com o fluído frigorigénio R410A e o R134A, o THERMA V Alta Temperatura garante temperaturas de avanço de água até 80ºC possibilitando a substituição directa de caldeiras e respectiva utilização de águas quentes sanitárias e radiadores, aliando igualmente uma incrível eficiência energética em comparação com uma caldeira a gás. 

Dotado de uma lógica Proporcional-Integral, o novo modelo permite operar até 30% mais eficientemente do que um modelo convencional, e o Compressor Inverter BLDC da LG garante uma invejável eficiência sazonal. O motor BLDC do ventilador do THERMA V também economiza energia, utilizando 40% menos energia do que um motor AC a baixa velocidade e 20% menos em velocidades mais elevadas. Além disso, a bomba de calor da LG é igualmente mais eficiente no modo standby, reduzindo o consumo de energia em cerca de 87% em comparação com a maioria dos produtos concorrentes. Enquanto isso, a geometria do novo permutador permite aumentar a confiabilidade e aumentar a área de troca de calor, melhorando a eficiência térmica.

A THERMA V incorpora uma série de recursos inteligentes, incluindo o controlo por  temperatura e pelo sensor de pressão. Estas medidas avançadas de tecnologia de um controlo pela pressão, traduzem-se numa resposta à temperatura de avanço 44% mais rápida que o método tradicional de medição e ajustes mais precisos na resposta à variação da carga. 



Data: 02/11/2014